Postado em 10 de Julho de 2017 às 09h16

Cuidados com a pele devem ser redobrados no inverno!

Saúde (88)
Dr. Bem Estar - Seu Portal de Saúde! As baixas temperaturas requerem uma atenção redobrada aos cuidados com a pele. Ressecamento, coceiras, rachaduras e até mesmo algum desconforto podem ser evitados, desde que os...

As baixas temperaturas requerem uma atenção redobrada aos cuidados com a pele. Ressecamento, coceiras, rachaduras e até mesmo algum desconforto podem ser evitados, desde que os hábitos e até mesmo os tipos de cremes a serem aplicados sejam os ideais para manter uma boa saúde. As dicas são importantes e quem deve auxiliar nesses cuidados é uma profissional dermatologista.

Além de tomar banhos mornos e evitar os aquecedores, outra dica importante são os cremes para cada tipo de pele. Conforme a doutora dermatologista Daniela Fukumaro, desde as peles oleosas até as mais secas, é necessário o uso de cremes hidratantes, inclusive após os banhos, pois é o momento em que o corpo mais absorve os nutrientes do produto.

- O principal problema do inverno é o ressecamento da pele. A própria temperatura mais baixa somada aos hábitos como aquecedor, banho muito quente, leva a um ressecamento que pode agravar algumas doenças já existentes, como a dermatite atômica, como o próprio ressecamento isolado que pode levar a quadro de coceiras. Então é essencial que se tome banhos na temperatura mais morna, e mais rápidos, evitar o uso de sabonetes em excesso, bucha e esponja porque isso também acaba ressecando ainda mais a pele – explica a doutora Daniela.

Além de hidratar bem a pele após o banho, outra recomendação da dermatologista é que o protetor solar seja usado em todas as estações do ano. Mesmo em dias frios ou nublados, é fundamental o uso do protetor solar de no mínimo fator 30, especifico para cada tipo de pele, pois até mesmo a luz artificial pode causar manchas.

Fonte: Tudo sobre Xanxerê

Veja também

Como a qualidade do sono afeta a saúde em mulheres com mais de 40 anos12/03/18 Estudo aponta que 35% das mulheres entre 40 a 59 anos dormem menos de 7 horas por noite; para pesquisadoras, mudanças hormonais, como a menopausa, deixam as mulheres particularmente vulneráveis a distúrbios do sono. Mulheres com mais de 40 anos não estão dormindo o suficiente, revela uma pesquisa publicada neste mês nos Estados Unidos. Segundo o estudo, uma em cada......
Meditação: uma válida faxina mental04/09/17 Fernando Pessoa, grande poeta uma vez explicou, lá de Portugal, há quase um século: “A melhor maneira de viajar é sentir”. Releia a frase saboreando todos os caminhos de rica ambiguidade que dela se dispersam,......
Hortelã é Terapêutica e Rica em Nutrientes!06/09/16 Planta aromática, a hortelã possui uma ação terapêutica e é rica em nutrientes. A nutricionista Karin Honorato lista os benefícios da hortelã e mostra diferentes formas de preparar a planta. De......

Voltar para (NOTÍCIAS)